Nova Vulnerabilidade no Zoom

Uma vulnerabilidade “dia-zero” no Zoom, que pode ser usada para lançar ataques de execução de código remoto (Remote Code Execution, RCE), foi divulgada por pesquisadores. Pwn2own, organizado pela iniciativa Zero-Day, é um concurso para profissionais de segurança cibernética com o objetivo de descobrir falhas em software e serviços populares.

A última competição incluiu 23 participantes, em várias categorias, como navegadores Web, software de virtualização, servidores, comunicação empresarial e escalada local de privilégio.

Para os participantes bem-sucedidos, as recompensas financeiras podem ser altas – e, neste caso, os holandeses Daan Keuper e Thijs Alkemade ganharam US$ 200.000 por sua descoberta sobre o Zoom.

Os pesquisadores (da Computest) demonstraram uma cadeia de ataque consistindo de três falhas, que provocou uma Execução Remota de Código em uma máquina-alvo, sem qualquer interação do usuário.

Zoom ainda não teve tempo para corrigir essa questão crítica de segurança.

A vulnerabilidade

Atendendo aos requisitos da divulgação responsável, os detalhes completos do método são mantidos em segredo. O que sabemos é que é uma falha de execução de código remoto (RCE): uma classe de falhas de segurança de software que permitem que um ator malicioso execute o código de sua escolha em uma máquina remota sobre uma LAN, Wan ou a Internet.

Também sabemos que o método funciona na versão Windows e Mac do Zoom, mas não afeta a versão do navegador. Não está claro se os sistemas operacionais iOS- e Android são vulneráveis, já que Keuper e Alkemade não estavam analisando essa questão.

A organização Pwn2own twittou um gif demonstrando a vulnerabilidade em ação. Pode-se ver o atacante abrir a calculadora no sistema rodando o Zoom. Calc.exe é o executável que hackers usam frequentemente como prova-de-conceito para mostrar que eles podem executar códigos arbitrários em uma máquina afetada.