Sábado Musical – com som feito em casa

Dia de distanciamento voluntário por conta do spike na Covid. Sem o tradicional encontro dos sábados pelos bares da vida. Aproveitando para colocar em ordem coisas e ideias, me dou conta que posso me entregar ao luxo de ter some fun. Hoje vou poupar os prezados leitores das longas arengas tecnológicas e mostrar algo diferente.

Imagem: Pexels

Sim, este é um blog de tecnologia, mas a Constituição deste blog prevê espaço para a discussão de tópicos musicais, de quando em vez. Nunca aproveitei essa prerrogativa, mas hoje é um bom dia para fazê-lo.


Apresento uma música gravada com minha banda, a Stage(*), no começo do século. Se esta experiência der certo, outros sábados musicais virão. Para hoje escolhi um pop-folk [ou folk-pop] de minha autoria, “The Motion” [with lyrics], que trata da vontade estar em movimento, “cruzando as estrelas à velocidade da luz… movendo coisas no meu quarto só com o poder da mente… me movendo no ritmo da noite”. Vem muito a propósito deste desastre interminável que é a Covid.


Without further ado, ladies and gentlemen, sing along with STAGE! (clap, clap, clap…) >>>>


* * *

The Motion
(E. Bernardo)
I'm in motion
I am moving on the ground
On the ocean, on that open field so green
I'm moving on the paper
I trace a swaying line
I draw her features, I draw her eyes
On the ballet of the pen
Now I cross the stars at the speed of light
I feel emotion
I'm moving on the paper
I'm moving in silence
Like a division of tanks
In search of the prey,
I go smashing the way
Outraging the defense
I'm moving on her body
I'm moving on the street
Only with the power of my mind
I move things across my room
Now I know the force
That can push the "start"
That sets me in motion
Is concentrated in her fingers
I'm moving on the rhythm of the night
I feel emotion
(repeat)

(*) Banda Stage:

Rogério Trevisan – Bateria
Valmir Marques – Guitarras
João Grandini – Baixo elétrico
Eraldo Bernardo (moi!) – Vocais