Uma régua de cálculo de 270 anos

Reportagem do Canberra Times, Australia

Em fevereiro de 2021, um objeto foi encontrado entre caixas doadas a uma certa organização. No começo, foi confundido com um metro dobrável, como aqueles usados em construções. Porém, após consulta com a Sociedade Americana de Oughtred (em honra a William Oughtred, popularizador da régua de cálculo), foi determinado que se tratava de uma régua de cálculo feita em 1753, uma das cinco únicas em existência. Uma descoberta verdadeiramente incrível.

Antes de calculadoras eletrônicas serem inventadas nos anos 1970, as réguas de cálculo eram as calculadoras portáteis do mundo; elas sustentavam a Revolução Industrial. Primeiro máquinas a vapor, depois aeronaves, arranha-céus, os programas espaciais americano e soviético, etc. Foram todos construídos usando réguas de cálculo. Havia uma régua de cálculo a bordo da problemática missão Apollo 13, que foi fundamental para o bom encaminhamento de uma situação potencialmente desastrosa (total pane elétrica).

Imagem: David Whittaker

Acredita-se que a régua de cálculo tenha sido projetada por John Suxspeach e tenha sido chamada inicialmente de Organão Católico ou Régua de Pé Deslizante Universal.

De acordo com o Museu Whipple de História da Ciência da Universidade de Cambridge, Suxspeach foi um Diretor de colégio em Londres que decidiu tornar a régua de cálculo amplamente disponível para o público. Ele foi o primeiro a obter uma patente real para o dispositivo, em 1753.

É certo que não há mais necessidade prática de usá-las na era digital, mas é sempre bom saber como utilizá-las em uma eventualidade. Afinal, os países asiáticos ainda aprendem matemática em ábaco. É sempre importante entender como a tecnologia progride de uma ferramenta para a outra.

E lá vamos nós!

Bem-vindo ao lançamento do meu primeiro blog! Meu nome é Eraldo Marques, Analista de Sistemas, e estou animado para compartilhar com você o que o mundo da computação tem a oferecer. A quantidade de ideias, girando em minha cabeça é enorme.

O que você estará vendo mais em meus posts? A Tecnologia da Informação será o pilar onde tudo se escora, Mas não me furtarei a comentar assuntos que me são caros desde a tenra idade. Trarei novidades do mundo da Internet de fala inglesa; falarei de minhas explorações no mundo da Segurança Digital, das redes sociais, dos algoritmos, da Internet das Coisas. Falarei também de música, política e artes. Uma mistura de estilo de vida, incluindo minhas descobertas de serviços e produtos de grandes e pequenas empresas.

A escrita nunca foi meu forte, e eu vou te dizer, não sou especialista em nada.. Eu posso ser um “perfeccionista”, mas estou longe de ser perfeito. Eu estouu certo de que aqui haverá muita tentativa e erro. Por favor, tenha paciência comigo em qualquer erro gramatical / ortografia (aviso legal – eu gosto de falar com muitos traços e parênteses) e, por favor, sinta-se livre para compartilhar seu conselho e se comunicar comigo à medida em que caminhamos. Espero inspirar você porque, sinceramente, tudo neste mundo me inspira.

E aqui vamos nós!